Monthly Archives: Março 2012

Como entender as representações infantis?!

Escrevo este post porque um dia destes tive um problema com um colega, que me advertiu que não devia tratar uma pessoa mais velha como um amigo, neste caso eu trato essa pessoa como um amigo do peito e eu ele estamos sempre na brincadeira. Todavia essa pessoa não gostou e achou estranho. Porém eu defendi-me dizendo que o Marinho, o nome da pessoa que trato assim, sempre foi afável comigo e sempre me deu muita confiança desde pequeno. Porém hoje em dia  tenho 22 anos e continuo a trata-lo da mesma maneira que em criança, ou seja, com toda a confiança, mas as pessoas consideram a minha relação estranha.

Coisas da vida, não tenho que agradar a todos para obter a minha felicidade!

Como entender a prevenção?!

Um dia destes a TVI elaborou uma reportagem acerca do uso de telemóveis, em que afirmava que o uso do telemóvel deve ser feito de maneira mínima. Eu encarei a reportagem com alguma distância dizendo que aquilo não me dizia respeito, que se calhar não era verdade. Todavia nos últimos dias tenho pensado melhor sobre este assunto, pensando que os grupos de interesse tecnológicos não pretendem que a ciência diga a verdade, mesmo que não seja verdade. Dito de outra forma o lobbie dos grupos tecnológicos não pretende que a ciência investigue o caso, e caso de se descobrir que as ondas dos telemóveis tenham efeitos nefastos na saúde das pessoas vão tentar omitir esse fato ao máximo, para não diminuir a venda do número de telemóveis, e acabar com a loucura da onda tecnológica. 

Todavia escrevo este post para falar de prevenção, sobre o fato de estranhar-se e depois entranhar-se, aconteceu-me nestes dias. A reportagem da TVI dizia que devemos utilizar os telemóveis de maneira mínima porque estes podem ter efeitos nefastos na vida das pessoas. Todavia o que me admira é a distância com que eu aderi a essa reportagem preventiva. É um fato a ter em conta quando quiser prevenir alguém de algum malefício, pois aprendi a lição.